3 de out de 2012

amor?



Nós, a sociedade, estragamos o amor, chegamos a um tempo que “eu te amo” não significa e não expressa tudo o que você sente, de tanto amor dito por ai. Você pensa que pode ser diferente, que finalmente encontrou o verdadeiro amor, só porque o que sente agora é mais forte do que sentia pela pessoa anterior. Só não sabe que vai sentir mais forte na próxima pessoa e repetir o mesmo erro.
Talvez o amor nem exista, talvez alguém bem retardado nomeou "quando gostamos muito de alguém" de amor, por isso todas essas confusões. Mas muitas gerações cresceram dessa forma, nem que isso fosse realmente um fato, acho que não teria como mudar. Mas que se foda, as pessoas necessitam de algo como o amor pra acreditar que o mundo não está perdido.
Gostamos de algumas pessoas, odiamos umas e amamos outras. Isso que importa, eu te amo, gosto muito de ti, sou apaixonada por ti, seja lá a palavra dita, os sentimentos são verdadeiros, nunca senti isso antes, talvez sinta isso mais alem ou talvez você será sempre o que eu preciso.
Nós sabemos o que sentimos, então vamos viver, o futuro é incerto e o passado é nossa aprendizagem, não se pode pensar muito sobre isso. Gosto de passar o presente ao seu lado. 


20/02/2012

Nenhum comentário:

Postar um comentário