3 de mai de 2012

Ela ia seguindo, caminhando com tudo nas suas costas, já cansada, com sede de algo novo, com sede de amor. Ia seguindo pela estrada olhando pra trás, tentando mudar o presente toda hora, pra esperar um futuro imaginado, mas nunca dava certo. Ela esperava por algo, mas não sabia bem o que... Pensava que queria viver com mais vontade, com emoção, aventura, e isso ela não tinha, não achava em lugar algum.
Esperou até que chegou. 
Alguém apareceu e lhe deu uma caixa, na caixa ela largou todo o seu peso e sem perceber deixou-a cair e nunca mais ajuntou. 
Agora ela vive em um futuro muito melhor que o sonhado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário